Curso Análises Clínicas
Curso
6-7 Novembro 2021
Análises Clínicas
Aplicado à Osteopatia Clássica
thumb_Body_Adjustment
"O que aqui fazemos é muito antigo, vem de muito longe e vai para muito longe."
slide2
slide 3-15
previous arrow
next arrow

Cursos de Especialização em Osteopatia Clássica

Segundo os Princípios e os Conceitos dos seus Fundadores
A.T. Still e M. Littlejohn
e desenvolvidos entre outros por
John Wernham
Contamos com um Corpo Docente Experiente e Internacional
Incluímos nos cursos um Estágio Clínico Integrado de 3 meses
Subsidiamos 2 Bolsas de Estudo aos dois alunos finalistas com melhor aproveitamento
Todos os alunos finalistas obterão a possibilidade de frequentarem o Curso de Dissecação Cadavérica no EFEAC Paris (França)

Estágio Clínico Integrado

O Curso de Especialização em Osteopatia Clássica possui um estágio clínico integrado por um período de 3 meses na clínica do IPOC sob coordenação e supervisão de tutores qualificados e experientes.

Dissecação Cadavérica

Ao abrigo do acordo entre o IPOC & EFEAC todos os alunos finalistas do curso de especialização podem frequentar o curso de dissecação cadavérica na Faculdade de Medicina René Descarte (Paris – França)

Docentes

O IPOC dispõe de um corpo docente internacional e experiente formado nas mais prestigiadas faculdades Internacionais de medicina osteopática.

Repositório

Toque

Várias Conceptualizações e Osteopatia Clássica

Certamente, a terapia manual existe desde a antiguidade (Mahanam-Sthavíra, 1998) intimamente ligada, de forma constante e interdependente, ao toque terapêutico. É plausível que tenha evoluído biologicamente desde o contato físico, nomeadamente dos patamares da catação social em primatas/humanos ainda numa fase da pré-linguagem (Dunbar R. , 2002). A longa ligação relativa ao aleitamento é um fator crucial em todo o processo de contato continuado. (Dunbar R. , 2010) 

O Contributo da Osteopatia no Desenvolvimento Global em Alunos com PHDA no 1º Ciclo do Ensino Básico

Esta investigação teve como tema “O Contributo da Osteopatia no Desenvolvimento Global de Crianças com Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção”, realizada no Curso de Mestrado em Ciências da Educação, Especialização em Supervisão Pedagógica. O trabalho foi estruturado em três partes distintas e complementares, na primeira, o Enquadramento Teórico, realizámos uma revisão da literatura referente à temática em estudo que constituiu a fundamentação da Investigação.

A neuroplasticidade em dor crónica

A visão osteopática da dor como doença constitucional

A dor é um fenómeno multidimensional desagradável com uma componente neuronal ou fisiológica, que é consequência de doenças ou distúrbios de estruturas regionais por disfunção do sistema nervoso. Decorre da ativação dos nocicetores e quando resulta de uma disfunção do SNC ou SNP, é designada por dor neuropática, nos casos de lesão do SNC, por dor central.

Voltar ao topo